sábado, 17 de outubro de 2009

Finalmente a Porto underground

O dia de ontem foi no mínimo diferente. Em todas as sextas-feiras fico longe da faculdade, ou seja, se não estou viajando estou em casa pensando em fazer alguma coisa. O que realmente faço são os mil trabalhos, estudo e estudo e estudo. E quando penso que já acabou é porque esqueci de algum compromisso ou pesquisa.

Mas sexta é o dia que dedico ao tempo. Por causa dela ser vazia e cheia ao mesmo tempo, penso sempre que estou um dia a frente, e é assim que consigo dar conta de tudo por aqui. É o dia que posso acordar tarde e não me sentir culpada. Também me dou ao direito de sair e aproveitar, pois ainda vou ter mais dois dias de fim de semana.

Vou deixar pra lá as enrolações e dizer finalmente ao que veio este post. Ontem a noite finalmente encontrei as baladinhas que eu curto aqui no Porto. O pessoal intercambista costuma ir no Piolho, mas não vi nenhuma graça naquilo, é um Pida que dura todo o semestre. Já imaginou? O pessoal só vai pra encher a cara e nem lugar pra sentar direito tem.

Conheci o Passos Manuel, um espaço para festas/eventos/showzinhos/concertos que fica dentro do Coliseu do Porto, um teatro no centro, próximo a rua de compras Santa Catarina. Eu e Dani assistimos ao Open Cities: a concert by David Gunn and Guilhermo Brown. Eram dois dj´s que mixavam sons de computador aos sons da cidade do Porto. E ao fundo, em um telão, viam-se imagens também da cidade, tudo muito surreal, como tons coloridos mas sóbrios e cinzas.

O concerto fazia parte do evento Future Places, organizado pelas Universidades do Texas, Porto e Nova de Lisboa. É um festival de mídias digitais, que busca a análise do desenvolvimento de tais mídias e sua influência nas culturas locais. Durante toda a semana aconteceram workshops suuuper bacanas, mas infelizmente não pude participar de nenhum. Hoje vai ter show de uma Orchestra no Maus Hábitos. Eu e as meninas aqui de casa estamos pensando em ir. ^^

É o tipo de coisa que quando você chega (ainda mais atrasada. Hehe) pensa: o que é que estou faznedo aqui? Mas passados 5 minutos de ludibriação o esquisito torna-se espetáculo e o tempo passa rápido. Haveria outra apresentação de estilo parecido, mas lá no Passos Manuel a cerveja estava cara e as pessoas estavam em grupinhos e resolvemos sair um pouco de lá.

Andamos pelas ruas que sobem e descem até que chegamos numa quase praça (existem muitas dessas por aqui) e no final dela estava um aglomerado de gente com casacos de couro e penteados legais. Fomos chegando mais perto e a música agradou. Finalmente um barzinho com o nosso velho e maravilhoso Rock´n´roll. o/ Estávamos na Tendinha dos Poveiros. Acabamos ficando por lá e nem voltamos aos eventos culturais do Passos Manuel.

A volta pra casa foi de Madrugadão. Apanhamos o 1M. A noite rendeu descobertas. Porto é boa de dia e de noite, e agora deixa eu voltar para os trabalhos. Hehe



Um comentário:

  1. olá mari obrigada por nos avisar sobre o link, ja dei um jeitinho lá =)

    ResponderExcluir

Olá! Fique a vontade para dar suas dicas, sugestões e críticas. =]